sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O calçado ao longo da História - III

1900 a 1940


Caixa com sapatos, criados por Pietro Yantorny (1874-1936) - MMA, The Metropolitan Museum of Art


No início do séc XX (1900-1920), o traje, com arabescos, ramagens, flores, seda, cetim, rendas... era sinónimo de elegância. Os sapatos bordados e ornamentados eram verdadeiras obras de arte, na maioria das vezes do mesmo tecido das vestimentas. Os nomes em destaque no mundo do calçado, Pietro Yantorny (1874-1936), André Perugia (1893-1977) e a casa F. Pinet.


Sapato (Oxfords) Dinner,  em pele. Anos 1900-1910. Charles Strohbeck, América


Sapato, Evening, em seda e pele. Anos 1914-19. Pietro Yantorny, França - MMA
Sapatos (Pumps), em seda, pele e vidro. Anos 1913-14. Pietro Yantorny, França - MMA
Botas em pele. Anos 1910-1920, América - MMA


Nos anos 1920, as mulheres livraram-se dos espartilhos e ficaram mais soltas. Os vestidos deixaram de acentuar as formas, o caimento não define os quadris nem o busto. Os sapatos caracterizaram-se por formas geométricas, tiras que se prendiam ao peito do pé, cortes recortes e aberturas. Os saltos eram rasos, médios, altos mas raramente finos.


Sapato em cetim com bordado em contas de metal. Ano de 1920. André Perugia

Sapato em pele. Ano de 1920. André Perugia e I. Miller, América - MMA

Sapatos em pele. Ano de 1920. Casa F. Pinet. Paris - MMA
Sapatos em pele. Anos 1925-30. A. J. Cammeyer, América - MMA
Sandálias, Evening, em pele metalizada. Anos 1928-29. André Perugia, França - MMA

Sapatos em pele. Anos de 1925-30. Pietro Yantorny, França - MMA
Anos 1930. Época embalada pelos musicais de Hollywood, um escape para  a população que vivia sobre os efeitos de recessão do pós-guerra. Os sapatos e sandálias tinham plataforma, apresentavam mais detalhes, eram bicolores e rebordados com vidrilhos e paetês. O nome do estilista em destaque nesta década foi o  de Salvatore Ferragamo (1898-1960).


Sandálias em pele e seda. Ano de 1930. Casa F. Pinet, Paris, França - MMA
Sandália de plataforma, em pele e cortiça. Ano de 1938. Salvatore Ferragamo, Itália - MMA
Sandálias de plataforma, em couro seda e strass. Ano de 1938. Salvatore Ferragamo, Itália - MMA
  Protótipo de sandália, em pele, madeira e metal. Ano de 1939. Steven Arpad (1904-1999) , França - MMA
  Esboço para sandália
Protótipo de sapato, em pele e madeira. Ano de 1939. Steven Arpad, França - MMA
Esboço para sapato
Sapatos (Pumps), em pele. Anos de 1937-39. Herman Delman (1895-1955), América - MMA
Protótipo de sapato, em pele. Ano de 1939. Steven Arpad. França-MMA
Protótipo de sapatos, em pele. Ano de 1939. Steven Arpad, América - MMA
Esboço para sapato
Sapato, Evening, em seda, strass, pele e plástico. Anos 1935-40. Delman, América - MMA

A guerra terminou em 1940, as mulheres anseavam por um novo visual e os criadores esbanjaram o seu talento. Este período glorificou a sandália de salto, dando destaque para a plataforma, presilha no tornozelo e laçarotes.

Sandálias de plataforma em pele. Ano de 1940. América - MMA
Sandália de plataforma. Ano de 1940. Salvatore Ferragamo.
Esboço para a sandália
Sapato em pele. Ano 1948-50. Salvatore Ferragamo, Itália - MMA
Sandália de plataforma, em em pele. Ano de 1943.  Casa Pénet Shoes, América - MMA
Sapatos (Pumps), em pele e rayon. Ano de 1947-48. América - MMA
Botas em pele e algodão. Ano de 1947. Salvatore Ferragamo, Itália - MMA

Sem comentários:

Enviar um comentário